Voluntários

Chamado

Algumas Dicas Importantes Sobre Voluntários

1. Todos podem ser voluntários

Não é só quem é especialista em alguma coisa que pode ser voluntário. Todas as pessoas capacidades, habilidades e dons. O que cada um faz bem pode fazer bem a alguém.


2. Voluntariado é uma relação humana, rica e solidária

Não é uma atividade fria, racional e impessoal. É relação de pessoa a pessoa, oportunidade de se fazer amigos, viver novas experiências, conhecer outras realidades.

 

3. Trabalho voluntário é uma via de mão dupla

O voluntário doa sua energia e criatividade, mas ganha em troca contato humano, convivência com pessoas diferentes, oportunidade de aprender coisas novas, satisfação de se sentir útil.

 

4. Voluntariado é ação

Não é preciso pedir licença a ninguém antes de começar a agir. Quem quer, vai e faz.

 

5. Voluntariado é escolha

Não há hierarquia de prioridades. As formas de ação são tão variadas quanto às necessidades da comunidade e a criatividade do voluntário.

6. Cada um é voluntário a seu modo

Não há fórmulas nem modelos a serem seguidos. Alguns voluntários são capazes, por si mesmos, de olhar em volta, arregaçar as mangas e agir. Outros preferem atuar em grupo, juntando os vizinhos, amigos ou colegas de trabalho. Por vezes é uma instituição inteira que se mobiliza, seja ela um clube de serviços, uma igreja, uma entidade beneficente ou uma empresa.

 

7. Voluntariado é compromisso

Cada um contribui na medida de suas possibilidades, mas cada compromisso assumido é para ser cumprido. Uns têm mais tempo livre, outros só dispõem de algumas poucas horas por semana. Alguns sabem exatamente onde ou com quem querem trabalhar. Outros estão prontos a ajudar no que for preciso, onde a necessidade é mais urgente.

 

8. Voluntariado é uma ação duradoura e com qualidade

Sua função não é de tapar buracos e compensar carências. A ação voluntária contribui para ajudar pessoas em dificuldade, resolver problemas, melhorar a qualidade de vida da comunidade.

 

9. Voluntariado é uma ferramenta de inclusão social

Todos têm o direito de ser voluntários. As energias, recursos e competências de crianças, jovens, pessoas portadoras de deficiência, idosos e aposentados podem e devem ser mobilizadas.

 

10. Voluntariado é um hábito do coração e uma virtude cívica

É algo que vem de dentro da gente e faz bem aos outros. No voluntariado todos ganham: o voluntário, aquele com quem o voluntário trabalha e a comunidade.

Voluntariado

Lei do Serviço Voluntário

Lei 9.608 de 18 de fevereiro de 1998.


Art. 1°. Considera-se serviço voluntário, para fins desta Lei, a atividade não remunerada, prestada por pessoa física a entidade pública de qualquer natureza ou instituição privada de fins não lucrativos, que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência social, inclusive, mutualidade.

Não gera vínculo empregatício.

A.P.J.C. :

Comunidade Terapêutica

Casa Abrigo

Residências Terapêuticas

Ambulatório de Especialidade em Saúde Mental

DOAÇÕES:

Doação via COPEL

APJC aceita doações via COPEL

Doação via Depósito

Banco Itaú
Agência 1538
C.C. 365477
Associação Pe. João Ceconello.

Doação via PayPal

Doação via PagSeguro

Doações na Sede

Se preferir pode realizar sua doação pessoalmente na APJC.

Doações espontâneas de materiais, alimentação, vestuário, entre outras, podem ser feitas na sede ou contatar para agendar coleta.

Endereço:
Rua Jacarezinho, nº 1717
Bairro: Mercês
Curitiba / Paraná - Brasil
CEP: 80.810-130
Fone: +55 41 3339-1113

Mateus 25.34-36

"Vinde, benditos de meu Pai,

tomai posse do Reino porque tive fome e me deste de comer;

tive sede e me destes de beber;

era peregrino e me acolhestes;

nu e me vestistes;

enfermo e me visitastes;

estava na prisão e viestes a mim.”