Biografia: Padre João Roberto Ceconello

Padre João Roberto Ceconello

Nasceu no dia 06 de dezembro de 1958, em Getúlio Vargas, Rio Grande do Sul. Terceiro de oito filhos de Vitalino e Irene Ceconello: (Janete, Pedro, João, Gilberto, Henrique, Silvia, Rogério e Márcio), agricultores e operários da terceira geração de imigrantes italianos no Brasil.


Cursou a Escola Primária no Grupo Escolar Maria Nascimento Giacomazi em Estação Getúlio Vargas - R.S- e ao mesmo tempo trabalhava na agricultura. Cursou parte do então chamado Colegial no Colégio Estadual Antonio Scussel de Getúlio Vargas até os dezesseis anos.


Como a terra em que laborava era uma pequena gleba e que não comportava tanta mão-de-obra, teve que empregar-se na Cooperativa Tritícula de Getúlio Vargas, onde exercia trabalho braçal, descarregando vagões de trem e caminhões de calcário e cereais. Após dois anos de árduo trabalho, passou a trabalhar no escritório desta como responsável pelo controle de estoque de cereais e atendimento de balcão aos agricultores até o ano de 1979.
Posteriormente passou a residir em Goiânia, Goiás, onde concluiu o Colegial no Colégio Professor Pardal, estudos estes, custeados pelo seu trabalho como auxiliar administrativo na SEBBA - Beneficiamento de Madeiras e Material de Construção.


Levado a perseguir um ideal, já há muito acalentado, retornou em 1981 e ingressou no Seminário Diocesano de Erexim, sendo enviado ao Seminário Diocesano São José, Ponta Grossa, Paraná, onde cursou dois anos de Filosofia e dois de Teologia, vindo a completar mais dois anos deste curso no "ITEPA" - Instituto de Teologia e Pastoral de Passo Fundo no Estado do Rio Grande do Sul, tendo sido sustentado financeiramente à custa de não pequenos sacrifícios e esforços da família e do Padre Gregório Comasseto.


1987

Paróquia de Santa Terezinha

Ordenou-se SACERDOTE em 26 de dezembro de 1987, na Paróquia de Santa Terezinha em Estação Getúlio Vargas pelo Bispo João Hoffman da Diocese de Erexim no Estado do Rio Grande do Sul.

1988

Paróquia de São Cristóvão

Em 1988, trabalhou como vigário na Paróquia de São Cristóvão na cidade de Erexim.

1989

Paróquia Imaculada Conceição

Em 1989 trabalhou como Vigário na Paróquia Imaculada Conceição em Getúlio Vargas.

1990

Albergue Auxílio Fraterno

Em 1990 após contato com D. Pedro Fedalto, Arcebispo Metropolitano solicitou sua transferência para Curitiba e assumiu como Pároco da Paróquia do Santíssimo Sacramento no bairro da Água Verde em Curitiba, Paraná, onde através de um trabalho de conscientização junto aquela Comunidade idealizou e construiu o Albergue Auxílio Fraterno, que nos seus primeiros 03 anos de funcionamento acolheu e prestou atendimento a mais de mil pessoas provenientes do Interior do Estado do Paraná e também de outros Estados.

Em seguida desenvolveu um serviço diário de assistência e alimentação a inúmeros catadores de papel e transeuntes.

1991

Movimento de Conscientização Cristã Sagrada Família

Em 1991 efetivou a formação do Movimento de Conscientização Cristã Sagrada Família que atingiu a mais de duzentos casais provenientes de várias regiões de Curitiba.

1992 a 1994

Arquidiocese de Curitiba

De 1992 a 1994 foi coordenador da Área Centro de nossa Arquidiocese de Curitiba.

1994

Paróquia São José Operário

Em fevereiro de 1994, assumiu sua designação de Pároco da Paróquia São José Operário no bairro Alto Boqueirão da periferia de Curitiba, onde recebeu a missão de construir a Igreja Matriz cuja edificação é de aproximadamente 1.500m², sendo idealizada e acompanhada pessoalmente por Pe. João, que viabilizou junto a comunidade todo o recurso para a construção. Construíram também mais duas Capelas com mais de 600m² cada.

Creche Comunidade Católica Menino Jesus

Pe João em abril de 1994 iniciou um trabalho de mutirão e atendimento na Favela do Pantanal, área essa que é das mais necessitadas da Região Metropolitana de Curitiba, onde construiu a Creche Comunidade Católica Menino Jesus, que atendeu mais de 500 (quinhentas) crianças em regime integral em atendimento básico e pedagógico. Neste mesmo período, coordenou inúmeras palestras, encontros e retiros espirituais junto a diferentes seguimentos populacionais, visando sobretudo despertar e responsabilizar as pessoas no atendimento aos mais necessitados.

Associação Padre João Roberto Ceconello (APJC)

Atendendo a chamado de voluntários e amigos, oficializou juridicamente o trabalho desenvolvido em 20 de junho de 1994 através da criação de uma Entidade Beneficente Sem Fins Lucrativos, a qual mantém até hoje e da qual é o Presidente Fundador. Por vontade do grupo que colaboraram na caminhada para a fundação esta recebeu o nome de ASSOCIAÇÃO PADRE JOÃO ROBERTO CECONELLO (APJC).


A Associação Pe. João Ceconello tem por objetivo prestar assistência a dependentes químicos, crianças e adolescentes em situação de risco , congregando profissionais voluntários de diversas áreas, para o do desenvolvimento de um trabalho altruísta, alicerçado na fé católica, de recuperação de vidas vitimizadas, já foram restauradas mais de milhares de vidas desde seu início até a presente data.

Comunidade Terapêutica Casa de Apoio
A APJC desde sua fundação em 1994 mantém a executora Casa de Apoio, unidade operacional localizada à rua Sebastião Malucelli, 99, bairro Novo Mundo, na cidade de Curitiba, onde prestava atendimento a adultos em recuperação na forma de albergarem até o ano 2002. A partir de 2002, passou a atender em regime de Comunidade Terapêutica passando a denominar-se Comunidade Terapêutica Casa de Apoio, com 90 vagas, visando atender pessoas adultas do sexo masculino na faixa etária dos 18 a 59 anos que se encontram em situação de risco social (rua) e que fazem uso e abuso de substâncias psicoativas – (SPA).

1996

Título de Cidadão Honorário de Curitiba

Em 08 de abril de 1996, Pe. João recebeu o Título de Cidadão Honorário de Curitiba, pelos relevantes serviços prestados à coletividade em prol da vida, beneficiando os mais carentes e necessitados através da Lei Ordinária n° 8811/1996 e em ato público de reconhecimento prestado na data de 28 de agosto de 1996.

Comunidade Terapêutica Casa de Recuperação

Em 6 de dezembro de 1996 foi criada a unidade operacional: C.T. Casa de Recuperação, localizada na chácara da Associação, no município de Campina Grande do Sul, onde oferece 90 vagas internamento de dependentes químicos do sexo masculino. A Associação mantém também a C.T. Casa de Recuperação Feminina naquele Município com 30 vagas.

Casa de Abrigo Menino Jesus
Em 27 de dezembro de 1996 foi criada a unidade operacional C.T. Casa Abrigo Menino Jesus, situada na chácara da Associação, no município de Campina Grande do Sul oferecendo 50 vagas para abrigar crianças e adolescentes em situação de risco.

1998

Metodologia do trabalho para Igreja Católica no Brasil

Os bispos criaram a Pastoral da Sobriedade em 1998 e Padre João Ceconello idealizou a metodologia do trabalho para nossa Igreja Católica no Brasil.

1999

Grupo de Auto-Ajuda da Pastoral da Sobriedade

Em 06 de julho de 1999 implantou o primeiro Grupo de Auto-Ajuda da Pastoral da Sobriedade. Este trabalho, pioneiro em Curitiba, deu origem aos demais Grupos de Auto-Ajuda em todo o Brasil.

Coordenação Arquidiocesana da Pastoral da Sobriedade

Em 09 de julho de 1999 Pe João foi convidado por D. Pedro Fedalto, arcebispo de Curitiba a, assumir a Coordenação Arquidiocesana da Pastoral da Sobriedade em virtude de seus trabalhos de grande relevância junto aos dependentes químicos.


A Pastoral da Sobriedade é um organismo da CNBB que tem por finalidade responder a problemática das drogas. É a ação da Igreja Católica no combate à dependência química.

Atua em 5 linhas de ação:

  • Prevenção ao uso de drogas;

  • Intervenção para quem apenas experimentou as drogas;

  • Recuperação para dependentes químicos,

  • Reinserção Familiar e Social do dependente químico em sobriedade;

  • Atuação Política onde entendemos todas as formas de diálogo e articulação.

2001

I Congresso Sul-Brasileiro da Pastoral da Sobriedade

De 6 a 8 de abril de 2001 coordenou o I Congresso Sul-Brasileiro da Pastoral da Sobriedade realizado no Bom Jesus da Aldeia – Campo Largo – RMC –PR.

Livros:

"Os 12 Passos da Pastoral da Sobriedade"
"Manual de Formação e Capacitação do Agente da Pastoral"
"Consolidando a Caminhada da Pastoral da Sobriedade"

Pe João juntamente com sua equipe, escreveu e publicou os livros: -"Os 12 Passos da Pastoral da Sobriedade" , "Manual de Formação e Capacitação do Agente da Pastoral" e também o livro "Consolidando a Caminhada da Pastoral da Sobriedade".

2002

Assessor Eclesiástico Nacional e Coordenador Nacional de Formação da Pastoral da Sobriedade

Em 04 de agosto de 2002 foi convidado a ocupar o cargo de Assessor Eclesiástico Nacional e também Coordenador Nacional de Formação da Pastoral da Sobriedade. Ministrou mais de 216 Cursos de Capacitação para médicos, enfermeiros, jornalistas, advogados e voluntários, indivíduos que se identificam com o problema das drogas e através de um empenho conjunto desenvolvem ações para o enfrentamento da dependência química. Já formou mais de 9.580 agentes em todo o Brasil.

Foram implantados, até o presente momento, sob sua coordenação, 515 Grupos de Auto-Ajuda em todo o Brasil, através dos quais deu-se atendimento a mais de 2.350.000 de pessoas que sofrem com o flagelo da dependência química.

Cidadão Honorário de Campina Grande do Sul
Em 09 de novembro de 2002 , recebeu em solenidade na Câmara Municipal de Campina Grande do Sul o título de Cidadão Honorário daquele Município por sua determinação e coragem, exemplo de fé, verdade, dignidade e vida .

Residência Terapêuticas em Saúde Mental
Em dezembro de 2002, a convite da Secretaria Estadual de Saúde, implantou as Residências Terapêuticas em Saúde Mental como alternativas de moradias para pessoas de ambos os sexos, portadores de transtornos mentais, egressos dos hospitais psiquiátricos e do manicômio judiciário, com graves dependências institucionais, dando suporte para readquirirem sua autonomia social de maneira gradativa.

2006

Unidade Operacional da Associação - Casa Menino Jesus em São José dos Pinhais

Em 13 de junho de 2006, foi inaugurada a Unidade Operacional da Associação – Casa Menino Jesus - no Município de São José dos Pinhais, que dará segmento no trabalho já efetuado em Campina Grande do Sul e prestará atendimento para até 50 crianças e adolescentes de ambos os sexos, em situação de risco social e pessoal.

2007

Paróquia Pessoal Cristo Redentor

Em 18 de junho de 2007, foi criada em Curitiba por D. Moacyr José Vitti a Paróquia Pessoal "Cristo Redentor" para Dependentes Químicos e seus Familiares (a primeira neste gênero em todo o mundo). Pe. João Ceconello devido ao seu trabalho, e dinamismo de prevenção e recuperação neste campo em todo o Brasil, foi nomeado o primeiro Pároco desta Paróquia, atendendo as famílias de nossa grande Curitiba e região metropolitana, que sofrem com o flagelo da dependência química.

Diploma de Mérito pela Valorização da Vida
No ano de 2007, Pe. João recebeu em Brasília do Excelentíssimo Presidente da República Luiz Inácio Lulla da Silva, no Palácio do Planalto o "diploma de mérito pela valorização da vida" indicado pelo SENAD em reconhecimento a sua significativa contribuição nas ações , implantação e fortalecimento da Política Nacional sobre drogas.

2008

Ambulatórios de especialidades Clínicas

No ano de 2008, Pe. João, preocupado com o público atendido e na comunidade em geral, cadastrou e implantou em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde e o Ministério da Saúde – SUS a Associação Padre João Ceconello a qual manterá duas Unidades de Serviços de Saúde: os "AMBULATÓRIOS DE ESPECIALIDADES CLÍNICAS", sendo um no município de Campina Grande do Sul e de Quatro Barras.

 

Pe. João, homem de dinamismo, ação e compromisso, com ousadia, perseverança e capacidade atua de forma relevante na restauração de vidas, fazendo dos excluídos os seus preferidos, para um dia ouvir de Deus o chamado:


"Vinde, benditos de meu Pai, tomai posse do reino,
porque tive fome e me destes de comer;
tive sede e me destes de beber;
era peregrino e me acolhestes;
nu e me vestistes; enfermo e me visitastes; estava na prisão e viestes a mim".
Mt 25,32-36

 

Todo este trabalho só é possível, graças a muitos irmãos que nesta caminhada também abraçaram a mesma causa. Há de ver Jesus nos irmãos e de fazer dos excluídos os nossos preferidos, como opção de vida, só por hoje graças a Deus.

 

A.P.J.C. :

Comunidade Terapêutica

Casa Abrigo

Residências Terapêuticas

Ambulatório de Especialidade em Saúde Mental

DOAÇÕES:

Doação via COPEL

APJC aceita doações via COPEL

Doação via Depósito

Banco Itaú
Agência 1538
C.C. 365477
Associação Pe. João Ceconello.

Doação via PayPal

Doação via PagSeguro

Doações na Sede

Se preferir pode realizar sua doação pessoalmente na APJC.

Doações espontâneas de materiais, alimentação, vestuário, entre outras, podem ser feitas na sede ou contatar para agendar coleta.

Endereço:
Rua Jacarezinho, nº 1717
Bairro: Mercês
Curitiba / Paraná - Brasil
CEP: 80.810-130
Fone: +55 41 3339-1113

Mateus 25.34-36

"Vinde, benditos de meu Pai,

tomai posse do Reino porque tive fome e me deste de comer;

tive sede e me destes de beber;

era peregrino e me acolhestes;

nu e me vestistes;

enfermo e me visitastes;

estava na prisão e viestes a mim.”